fechar× (71) 3381-7655 / 3382-5441

Lentes de Contato

Lentes de contato: Laminados tipo “lentes de contato”: uma opção conservadora e promissora na recuperação de sorrisos.
O destaque entre as novidades do mercado de Odontologia Estética são as lentes de contato dentais. Trata-se de uma técnica de confecção de finas lâminas de porcelana (a mesma utilizada para confecção de coroas cerâmicas ou facetas).
Veja o comparativo entre as lentes de contato dental e ocular na foto:



A nova aposta da Odontologia Estética

Esta técnica provoca pouco ou nenhum desgaste dental e pode ser usada para tratar pequenas imperfeições do dente, além de trazer resultados satisfatórios para os pacientes

O Cirurgião-Dentista não é mais visto como alguém que causa dor e medo, mas sim como um profissional que pode transformar o sorriso e a vida das pessoas. Um rosto belo e harmonico é a exigência de muitas pessoas que vão ao consultório odontológico, por isso, a Odontologia Estética está sempre progredindo para atender as necessidades dos pacientes que buscam cada vez mais o equilíbrio e a harmonia facial.

A nova aposta da Odontologia Estética são as lentes de contato dentais, usadas quando há intenção de modificar ou devolver a forma original do dente, ou para corrigir pequenas imperfeições como diastema, dentes quebrados, desalinhados, desgastados, com sinais de envelhecimento, e, também, para aumentar a borda incisal. Com espessura variável entre 0,3 e 0,5 milímetros, as lentes de contato dentais são facetas ou lâminas muito delgadas de cerâmica cimentadas sobre a parte frontal do dente, e pode haver pouco ou nenhum desgaste do esmalte. Dessa forma, na maioria dos casos, é possível reverter o procedimento já que a estrutura natural do dente não foi atingida. O conceito da lente de contato dental está relacionado à ótica de uma lente de contato ocular que, quando colocada no olho, torna-se invisível. Os mesmos princípios podem ser incorporados à faceta dental, a qual depois de cimentada ao dente une-se mimeticamente a ele e, desse modo, torna-se difícil detectá-la.

A principal vantagem desta técnica é não se ter o desgaste dental e a condição de se fazer um tratamento com material de qualidade fantástica e de alta durabilidade, com a capacidade de imitar as características estéticas do esmalte dentário sem ter que ‘gastar’ o dente natural, portanto, obtendo um resultado estético favorável e funcional. As lentes de contato são contraindicadas quando não há possibilidade de se atingir a forma desejada apenas acrescentando material restaurador, sendo necessário o desgaste de estrutura dental, o que descaracteriza as lentes de contato; também, em casos em que se deseja alterar a cor em mais de dois tons acima da escala, dentes escurecidos, muito mal posicionados ou que estão muito para frente.

O Cirurgião-Dentista deve realizar esse trabalho juntamente com o Técnico em Prótese Dental (TPD) que fabrica cada lente, confeccionadas uma a uma, em um processo delicado e artesanal de escultura e montagem e, depois, são cimentadas na superfície de cada dente com material adesivo adequado.

O tratamento é feito em três etapas. Na primeira, o Cirurgião–Dentista faz fotos e a moldagem dos dentes do paciente para a realização do planejamento digital do sorriso. Em outras palavras, planejar o sorriso do paciente previamente por um software no computador. O que a diferencia e, talvez o mais importante, é o fato de que as imagens digitais conseguidas e combinadas com ferramentas, também digitais, podem ser reproduzidas, permitindo ao Dentista desenhar e apresentar em um monitor o sorriso final do paciente. Em seu laboratório, o protético faz um enceramento de diagnóstico e testes para avaliar junto com o Dentista, a viabilidade de se colocar a restauração cerâmica. Em caso positivo, o Cirurgião-Dentista realiza uma simulação, por meio da técnica de mock-up, permitindo ao paciente vislumbrar como seu sorriso vai ficar com as facetas ou lentes de contato. Se o paciente requer mudanças mais extensas as facetas laminadas tradicionais podem ser a melhor escolha. Cada paciente precisa ser avaliado para se estabelecer a melhor indicação. Podendo até ser uma combinação de facetas tradicionais e lentes de contato dentais.

A diferença principal é que lentes de contato são feitas de uma porcelana especial que é muito forte e muito mais fina (0,2 mm) do que as facetas laminadas tradicionais. A espessura delas é comparável a das lentes de contato oculares. A vantagem principal destas lentes de contato dental é o mínimo desgaste de estrutura dentária ou até mesmo nenhum, necessário para realizarmos estas restaurações.

Antes


Depois