fechar× (71) 3381-7655 / 3382-5441

Escovar a língua ajuda a evitar halitose, periodontite e problemas infecciosos

blog-image
Beijar na boca pode promover a troca de até 80 milhões de bactérias! Isso mesmo! Pesquisas mostram que a boca é uma porta de entrada para centenas de micro-organismos, já que a região acumula resíduos de alimentos, além de bactérias. Mas, tudo isso pode ser amenizado com a escovação diária dos dentes, o uso do fio dental, hidratação e a limpeza da língua, que geralmente é a mais esquecida.
 
Uma língua mal escovada pode proporcionar mau-hálito, periodontite (problemas graves nos dentes) e outros problemas infecciosos. Os internados em UTIs, por exemplo, ficam mais propensos a pneumonias. Isso sem falar também nas papilas gustativas, que são aqueles pontinhos da língua que podem ficar encobertos por uma camada branca, o que acaba mascarando o sabor da comida.
 
A recomendação é que a língua seja limpa, pelo menos, duas vezes ao dia. Para isso é necessário passar a escova de dente (com creme dental) ou, até mais importante, utilizar os limpadores e raspadores de língua. Vale chamar atenção ainda para a cor da língua que deve ser sempre observada. O recomendável é que ela seja em tons de rosa ou aproximado da tonalidade dos lábios, que é indicativo de boa saúde bucal. Além disso, é fundamental ir ao dentista a cada seis meses, no mínimo, para avaliação.

Comentários

Deixe um comentário

Informação: não é permitido conteúdo HTML!
* Campos obrigatórios