fechar× (71) 3381-7655 / 3382-5441

Afinal, todas as pessoas precisam extrair os sisos?

blog-image
Um adulto possui uma arcada dentária com cerca de 32 dentes, incluindo os sisos, que causam dúvidas em muita gente. Afinal, eles devem ou não ser extraídos? A resposta é: depende. Se na boca houver espaço suficiente para o seu desenvolvimento, sem provocar incômodos, a recomendação é “não”. Mas, se causar desconforto, junção dos demais dentes, inflamações e até aparecimento de cistos, será necessário extraí-los para evitar complicações futuras. Esse diagnóstico somente pode ser dado após avaliação de um dentista.

Quem for orientado a manter os sisos, é necessário ter muito cuidado em relação à higienização. Isso porque eles são os últimos dentes da arcada e, naturalmente, é difícil o acesso da escova nesses locais. Portanto, o cuidado deve ser redobrado, não podendo esquecer, inclusive, do uso do fio dental. Existe ainda uma situação peculiar, conhecida como “agenesia”, que é quando o paciente não desenvolve o siso, sem provocar problemas bucais no paciente.

No processo de extração dos sisos, entre 16 e 18 anos é o período ideal, pois nesta fase o dente ainda não se desenvolveu por completo, ou seja, a raiz não está totalmente formada. Em relação ao pós-operatório de extração, destacam-se algumas dicas para recuperação completa do paciente: repouso absoluto nas primeiras 48 horas; ingerir alimentos líquidos e pastosos nesse período; evitar a ingestão de alimentos quentes; consumir comidas e bebidas geladas para diminuir a dor e o inchaço; e não realizar atividades e esforços físicos.

Comentários

Deixe um comentário

Informação: não é permitido conteúdo HTML!
* Campos obrigatórios